quinta-feira, 29 de setembro de 2011

O que te influência?


Em um mundo onde a beleza vale mais do que o caráter e os quinze minutos de fama fazem alguém ganhar o respeito, a admiração e os votos de boa parte da nação, ter conteúdo é algo raro, muitíssimo raro.

Sei que parece clichê, mas é a verdade, inúmeras vezes vemos diversas pessoas que não fizeram absolutamente nada para a evolução e o bem de uma sociedade, mas mesmo assim são reconhecidas por ter a bunda mais bonita da cidade. E no outro extremo encontramos aqueles que lutam por algo melhor, para a evolução do lugar onde vivem e o que recebem em troca? Nada, ou então criticas nem um pouco construtivas.

Em uma época onde os livros e series são feitos para contar historias de garotas mimadas e adolescentes que não sabem respeitar os limites e se acham acima do certo e errado, o adolescente (generalizando, ok?) que não tem merda alguma naquela cabeça ingênua e em desenvolvimento de argumentos e opiniões, tende a imitar os personagens ao extremo, desde a escolha na hora de se vestir até ao ponto de exagerar – e muito – nas festas, que atualmente servem apenas para encher a cara e não lembrar de absolutamente nada no dia seguinte, agora me diz, você acha isso correto? Jovens de 12, 13 anos enchendo a cara porque seus “heróis” fazem o mesmo?

E voltando a falar das marcas, o que leva pessoas optarem por nomes, e escolherem a etiqueta que incomoda pra caramba quando você vai vestir a roupa, ao invés da real beleza e o conforto?

Vamos pensar um pouco antes de falar, agir, comprar, aplaudir e respeitar coisas e pessoas que exercem tamanha influencia sobre os outros, mas na verdade acaba lhes faltando real conteúdo. Por que, quem sabe, alguma coisa melhore e não fiquemos marcados como a geração que menos colaborou para a evolução da espécie.

3 comentários:

  1. Oi, vim lhe fazer uma visita, desejar um ótimo fim de semana. E fazer um convite, participe: http://iasmincruz.blogspot.com/2011/09/perguntem.html

    ResponderExcluir
  2. Concordo com vc, a geração de hoje está perdida! Pelo menos, a maioria. Sabe, eu vejo meninas de 13 anos q não são virgens faz tempo e que já bem mais álcool em uma noite do que eu na minha vida inteira. Com 12 anos eu brincava de boneca dude, essas coisas me revoltam.

    Quanto tempo não visitava seu blog! Obg pelo comentário sobre a revista *_*

    www.bombadecereja.tk

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar, logo irei responder :D